27°
Máx
13°
Min

Polícia Civil soluciona crime ocorrido há quase dez anos

Suspeito foi indiciado por duplo homicídio qualificado nesta semana, quase dez anos após crime (Foto: Divulgação / Polícia Civil) - Polícia Civil soluciona crime ocorrido há quase dez anos
Suspeito foi indiciado por duplo homicídio qualificado nesta semana, quase dez anos após crime (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Nesta semana, Romualdo Cardoso, de 28 anos, foi indiciado pela Polícia Civil de Castro suspeito da autoria de um duplo homicídio qualificado cometido em 2006. O suspeito foi identificado pela polícia depois de várias investigações e foi reconhecido por vítimas e testemunhas.

O crime aconteceu há quase dez anos, na região do Imbuial, interior de Castro, quando uma mulher e uma criança tiveram seus pescoços cortados. À época do crime, Cardoso era vizinho das vítimas. Após cometer o crime, o suspeito ainda ligou o gás de cozinha da casa e ateou fogo no local. Na época do fato, as vítimas conseguiram escapar do incêndio e pedir ajuda. Ambas ficaram meses hospitalizadas com risco de morte.

A Polícia Civil identificou Cardoso depois que o suspeito foi encaminhado pela Polícia Militar até a unidade por estar com a posse de um HB20 roubado. Ao verificar os arquivos, os policiais encontraram um documento do caso do duplo homicídio, em que o autor do crime se chamava Ronaldo Cardoso, nome parecido com o do suspeito preso pela PM.

Na sequência das investigações, as vítimas foram chamadas na delegacia e reconhecerem Cardoso. “O que atrapalhou as investigações na época do crime foi que a vítima acabou passando o nome errado do suspeito. Por isso ele nunca foi encontrado”, explica o delegado-titular de Castro Emmanoel David. Agora, ele está preso por receptação e foi indiciado pelo crime de dupla homicídio.

Colaboração Assessoria de Imprensa.