24°
Máx
17°
Min

Polícia comenta assassinato de adolescente

A arma foi localizada logo após o crime. (Foto: Divulgação Polícia Civil) - Polícia comenta assassinato de adolescente
A arma foi localizada logo após o crime. (Foto: Divulgação Polícia Civil)

A Delegacia de Polícia de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, realizou nesta segunda-feira (27) uma coletiva para comentar a apreensão do adolescente de 17 anos acusado de ser o autor do crime que vitimou Vitor Gabriel dos Santos Pereira, de 14 anos. O assassinato aconteceu no começo de junho, em frente ao CRAS Roça Grande.

O jovem foi apreendido na última sexta-feira (24), no bairro Vila Nova, e foi encaminhado para a Delegacia do Adolescente. Na ocasião, o titular da Delegacia de Colombo, Erineu Sebastião Portes, afirmou que depoimentos de testemunhas apontaram que ele estava alterado. “O menor estava alterado, dizia que tinha que matar alguém”, comentou Portes.

Um soldado do Exército e sua namorada foram testemunhas do crime. Eles voltaram de uma festa com o acusado e, conforme depoimento dos dois, encontraram Vitor no momento em que ele seguia para o treino de futebol. O irmão do soldado era amigo da vítima.

“Estamos tratando como um crime de latrocínio, roubo seguido de morte, pois verificamos que alguns pertences da vítima foram levados”, comentou o delegado, nesta segunda-feira (27). Ele também destacou, no entanto, que a real motivação do crime ainda é investigada.

Colaboração Polícia Civil

Colaboração Polícia Civil