28°
Máx
17°
Min

Polícia desvenda morte de conselheiro tutelar em Cambará

(foto: Polícia Civil/Divulgação) - Polícia desvenda morte de conselheiro tutelar
(foto: Polícia Civil/Divulgação)

Policiais de Cambará chegaram até os assassinos do conselheiro tutelar Wilson Akio Frutani, encontrado morto a golpes de cutelo na noite de 26 de março em sua casa, na rua Duque de Caxias, no bairro Morada do Sol.

O carro da vítima, levado durante o crime, foi encontrado no dia seguinte, carbonizado, em uma estrada rural da região.

Nesta semana, a apreensão de um aparelho celular da vítima foi ponto crucial para que as investigações chegassem aos autores.

Na manhã desta quinta-feira (7), Wesley da Silva Julião, o “Catatau”, foi preso em uma casa na rua dos Expedicionários, no bairro Estação. Com ele, estava uma espingarda calibre 12 furtada em 29 de março na cidade. O menor, que já havia sido apontado como o vendedor do celular da vítima, foi apreendido na sequência.

Diante das evidências, a dupla assumiu o crime e detalhou a forma violenta como assassinou o conselheiro tutelar, assim como o furto do veículo e outros pertences da vítima.

“Desde a data deste lamentável crime, os Policiais Militares da Agência de Inteligência fizeram buscas incessantes até identificar os autores. Graças ao empenho destes policiais, estes indivíduos foram tirados de circulação e demos uma resposta positiva à sociedade cambaraense”, afirmou o comandante do 2º Batalhão, Tenente-Coronel Antônio Carlos de Morais.