22°
Máx
17°
Min

Polícia do Paraguai volta atrás e retira acusação de homicídio contra iguaçuense

A Polícia Nacional do Paraguai retirou a acusação de homicídio que pesava sobre Rogério Alceu Correia. Ele foi acusado de ser o assassino de um policial no Paraguai. O crime aconteceu no último sábado (8), na Cidade de Leste. 

Desde então, Rogério vinha sendo acusado de ser o atirador. A imagem do homem circulou os principais meios de comunicação. À reportagem, ele contou que viveu os piores dias da vida nas últimas semanas. Por pouco, ele não foi preso na casa onde mora em Foz do Iugaçu.

A vítima do crime foi o policial Fred Osmar Jara, 29 anos. Ele foi assassinado ao tentar abordar um homem. Fredy chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Os investigadores da Polícia Nacional do Paraguai iniciaram as investigações e apontaram Rogério como suspeito. No entanto, a corporação voltou atrás e admitiu o erro. Um homem com as mesmas características de Rogério teria sido apontado como o atirador. Por coincidência, o suspeito tem o mesmo apelido de Rogério, Cigano. Por conta disso, ele foi confundido pela Polícia.

Agora, Rogério tenta recuperar a imagem que foi denegrida pelas autoridades. Ele nunca teve passagem pela Polícia.

Colaboração: Márcio Falcão/Rede Massa.


Paraguai volta atrás e retira acusação de homicídio contra iguaçuense