21°
Máx
17°
Min

Polícia esclarece morte de estudante universitário

- Polícia esclarece morte de estudante universitário

Na manhã do último sábado (09), por volta das 09h00min, foi encontrado o corpo de Eduardo de Moura, em estrada Rural de acesso secundário ao “Clube Caça e Pesca”, em Toledo.

O cadáver da vítima apresentava ferimentos provocados por arma branca, várias escoriações e sinais de asfixia, além de estar com as mãos atadas por uma faixa de algodão.

Eduardo havia sido visto pela última vez por volta das 19h00min do dia 08, após sair da instituição de ensino superior que cursava em Toledo.

Após o encontro do cadáver, diligências foram iniciadas pelos setores de Inteligência Policial e de Homicídios da 20ª SDP-Toledo, onde puderam identificar que o veículo com o qual a vítima estava na ocasião em que foi visto pela última vez, um Ford/Fiesta, placas AUM-1546, cruzou a ponte Ayrton Senna na cidade de Guaíra, sentido cidade de Mundo Novo/MS, às 07h32min do dia 09, conforme imagens obtidas junto ao sistema de monitoramento do local, sendo ainda apurado em novas diligências, que a vítima havia sacado uma quantia de R$ 686,00 (seiscentos e oitenta e seis reais) às 16h30min do dia 08.

As investigações levaram a identificação de um adolescente de 17 anos de idade, o qual havia marcado um encontro com a vítima, nas proximidades do Centro da Juventude, situado na Avenida Maripá, encontro este previamente agendado por uma rede social.

Assim que foi identificado o adolescente, o mesmo teve comparado suas fotografias de redes sociais e dos registros em bancos de dados policiais com as imagens obtidas de estabelecimentos comerciais da cidade por onde o veículo da vítima passou na madrugada do dia 09.

Com a confirmação do envolvimento do adolescente, foi representada pela Expedição de Mandado de Busca e Apreensão junto à Vara da Infância e Juventude de Toledo.

No fim da manhã de ontem, 12/04/2016, o adolescente foi apreendido por Policiais da 20ª SDP, o qual confessou a prática do crime com riqueza de detalhes, bem como indicou um outro adolescente de 14 anos de idade que lhe auxiliou na prática do crime, alegando que matou a vítima para roubá-la. O outro adolescente apontado também foi apreendido em seguida e também confessou o ocorrido.

Na posse do adolescente de 17 anos, a Polícia apreendeu o aparelho de telefone celular da vítima. Em sua residência estavam 3 “pen drives”, um notebook, um chip de celular, todos de propriedade da vítima.

O mesmo adolescente admitiu ainda a subtração de aproximadamente R$ 500,00 (quinhentos reais) que a vítima portava, e que ele mesmo levou o veículo para a venda no Paraguai.

A participação do adolescente de 14 anos, segundo os mesmos confirmaram, foi a de ter auxiliado no momento da morte da vítima, onde ambos com armas brancas e um cabo de áudio e vídeo utilizado em aparelhos de “DVD”, esfaquearam e estrangularam a vítima, até a mesma morrer.

A Polícia Civil de Toledo aguarda ainda a quebra do sigilo telefônico da vítima e dos autores para confirmar o prévio contato entre ambos.

O Laudo do IML concluiu que a “causa mortis” de EDUARDO se deu por asfixia mecânica por compressão de vias aéreas, o que vai de acordo com o que os infratores relataram.

Os adolescentes seguem abrigados junto ao CENSE de Toledo a disposição da Vara da Infância e Juventude de Toledo.

Os delegados chefe e adjunto da 20ª SDP, Dr. Antonio Donizete Botelho e Ilso Campaner, prestaram ainda esclarecimentos em particular aos familiares da vítima, onde pontos de como se desenvolveu o trabalho policial foram esclarecidos, os quais seguem em segredo de justiça e não podem ser revelados no momento.

Colaboração: Assessoria de imprensa