27°
Máx
13°
Min

Polícia investiga servidor que teria fraudado cobrança de impostos

(Foto: Prefeitura de Paranavaí) - Polícia investiga servidor que teria fraudado cobrança de impostos
(Foto: Prefeitura de Paranavaí)

A Polícia Civil de Paranavaí está investigando uma denúncia de fraude contra um servidor público, que atua como auditor fiscal da prefeitura. Na sexta-feira (18) foram cumpridos mandados de busca e apreensão na sede da administração, na casa do suspeito e também na sede do Atlético Clube Paranavaí (ACP), time de futebol em que o acusado atua na diretoria.

A investigação teve início após a denúncia de que o servidor teria dado baixa irregularmente no Imposto sobre Serviço (ISS) de uma concessionária, no valor de R$ 289 mil. Segundo o delegado Carlos Henrique Rossato Gomes, o caso foi confirmado, com o inquérito já entregue ao Ministério Público. O servidor será indiciado por peculato eletrônico.

Novos fatos

O delegado Carlos Henrique Rossato Gomes contou que novas suspeitas surgiram em relação à conduta do servidor da Prefeitura Municipal de Paranavaí, especialmente na cobrança de Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). O tributo é valorado conforme avaliação do preço de mercado do imóvel, que é determinado pelo fiscal – no caso, o servidor investigado.

“Ele abaixava o valor do imóvel para cerca de 10% de mercado. Por baixo, a gente calcula que o prejuízo da prefeitura deve ser de R$ 500 mil”, contou. 

Agora, a Polícia Civil fará uma auditoria em todos os procedimentos envolvendo o funcionário e também quem teria sido beneficiado com a diminuição do imposto. “Por solidariedade é que esse servidor não fez isso”, apontou o delegado, que vai apurar se houve cobrança de propina.

Município

Para não atrapalhar as investigações da Polícia Civil, a Prefeitura de Paranavaí foi orientada a abrir somente agora o processo administrativo contra o servidor. Se constatadas as fraudes, ele pode ser suspenso e até demitido.

O Município também vai avaliar os processos comandados pelo servidor e deve requerer o pagamento dos impostos fraudados.