24°
Máx
17°
Min

Polícia Militar define esquema de segurança para manifestações de domingo em Curitiba

(Foto: Divulgação / PM) - PM define esquema de segurança para manifestações
(Foto: Divulgação / PM)

O esquema de segurança para as manifestações previstas para domingo (17) em Curitiba foi definido após uma reunião que envolveu a Polícia Militar e representantes de grupos que programaram mobilizações para este dia. Estão previstos protestos nas praças Santos Andrade, Rui Barbosa e Osório, todas na região central da cidade. A informação foi divulgada pela PM nesta quinta-feira (14).

Uma manifestação pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff deve acontecer a partir das 14h na Praça Santos Andrade. A mobilização contra o impeachment, com participação de entidades como a CUT, ocorrerá na Praça Rui Barbosa, também a partir das 14h. Paralelamente, está prevista a "Marcha da Maconha", com concentração às 15h na Praça Osório e deslocamento para a Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico. 

Inicialmente, apenas nesta última manifestação os integrantes devem cumprir um trajeto pelas ruas do Centro da cidade. Foi definido um itinerário que não entra em conflito com os outros grupos.

Segundo a PM, a operação especial de policiamento iniciará às 11 horas e contará com o 13º BPM, 20º BPM e 23º BPM, sendo composto por equipes policiais da Radiopatrulha (RPA), da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM), da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM), do Serviço Reservado, do efetivo administrativo e da Companhia GIRO (Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva), além do helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTRan), do Regimento de Polícia Montada (RPMon), do Corpo de Bombeiros, da Guarda Municipal e da Setran (Secretaria Municipal de Trânsito).

“Teremos três movimentos distintos neste dia e o nosso objetivo é que eles aconteçam de forma pacífica. O compromisso da Polícia Militar é que seja preservada a vida e as garantias fundamentais de todos aqueles que forem aos protestos. Pedimos para a comunidade faça sua manifestação, mas que respeite as opiniões do seu próximo. Reforçaremos o policiamento em toda a área central e nos pontos de encontro dos grupos, mas precisamos muito do apoio da população”, destacou o tenente-coronel Antônio Zanatta Neto, comandante do 12º BPM.

Colaboração Polícia Militar