27°
Máx
13°
Min

Polícia Militar emite nota sobre jovem morto por PM de folga

Saulo Filipin Prestes, de 21 anos, foi morto a tiros no último fim de semana (Foto: Divulgação) - Polícia Militar emite nota sobre jovem morto por PM de folga
Saulo Filipin Prestes, de 21 anos, foi morto a tiros no último fim de semana (Foto: Divulgação)

A morte do jovem Saulo Filipin Prestes de 21 anos, no último sábado (23), causou comoção e discussão na cidade. Nesta segunda (25), a Polícia Militar, por meio de nota oficial, buscou esclarecer o caso, afirmando que será instaurado um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar a ação do policial militar.

Ainda segundo a nota, o policial se apresentou espontaneamente na sede do 16º Batalhão de Polícia Militar, em Guarapuava, para a confecção de toda a documentação. Durante o depoimento, o policial disse que estava voltando de uma escala de serviço, quando avistou um veículo com as luzes apagadas e realizando manobras perigosas. Ele disse ainda que deu voz de abordagem, porém o motorista não parou e para evitar de ser atropelado, atirou nos pneus do carro.

Segundo a nota oficial da PM, o motorista continuou acelerando em direção ao PM, que atirou novamente e o veículo colidiu contra um estabelecimento comercial.

Confira na íntegra:

"A respeito do fato ocorrido em Turvo em 23/07 envolvendo um policial militar que saía de serviço e ainda estava fardado, o 16º Batalhão da Polícia Militar informa que: Um Inquérito Policial Militar (IPM) vai ser instaurado para apurar a ação do policial militar envolvido.

Os levantamentos iniciais apontam que o policial estava retornando de uma escala, portanto ainda estava em horário de serviço, quando, segundo ele, avistou um veículo com as luzes apagadas e realizando manobras perigosas. Deu voz de abordagem, mas de acordo com seu relato, o condutor não obedeceu e ele atirou nos pneus do veículo; o motorista continuou acelerando em direção ao PM, que atirou novamente e o veículo colidiu contra um estabelecimento comercial.

O policial acionou socorro para o motorista ferido. Todos os órgãos competentes foram acionados. O policial se apresentou espontaneamente na sede do Batalhão para a confecção de toda a documentação pertinente."

Colaboração Rede Sul de Notícias.