22°
Máx
17°
Min

Polícia Militar prende grupo que negociava drogas pelo Whatsapp

(Foto: Divulgação / PM) - Polícia Militar prende grupo que negociava drogas pelo Whatsapp
(Foto: Divulgação / PM)

Dez pessoas, entre elas três adolescentes, foram detidas na tarde de domingo (5) suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas em Castro, a 40 quilômetros de Ponta Grossa. A Polícia Militar informou que o grupo usava o aplicativo Whatsapp para negociar a venda e distribuição de drogas. Os celulares dos suspeitos e 238 gramas de maconha foram apreendidos.

A ação começou quando um policial militar de folga flagrou uma entrega de drogas na Vila Jeová. A equipe policial de serviço foi acionada e abordou três suspeitos, de 19, 20 e 21 anos. No carro que estava com o rapaz mais velho os policiais acharam uma bucha grande de maconha pronta para a entrega e, no celular dele, foram encontradas mensagens de negociação de entorpecentes, além de fotos de armas de fogo e estoques de maconha.

Através das mensagens, os militares ficaram sabendo de uma entrega de drogas que ocorreria em frente a um açougue do bairro. Os policiais foram ao local e abordaram outro suspeito, de 20 anos, que estava com buchas de maconha no bolso do moletom. Ele confessou que iria entregar as substâncias para um cliente. O celular do rapaz também foi vistoriado e encontradas conversas sobre uma casa usada como esconderijo de drogas. A equipe foi até o endereço e apreendeu tabletes de maconha em uma gaveta. Uma adolescente de 16 anos e dois rapazes, de 20 e 21 anos, que frequentavam o imóvel no momento da abordagem, foram detidos.

Na delegacia, durante a confecção do registro policial, outra mensagem chegou no celular de um dos suspeitos. Desta vez um jovem de 16 anos, morador da Vila do Rosário, dizia que esperava em frente a uma mercearia do bairro para fazer a entrega de 300g maconha. A PM se deslocou até o local e encontrou dois adolescentes, sendo que um deles tentou se livrar de uma bucha grande de maconha e um celular ao perceber a chegada da viatura. A dupla foi abordada e encaminhada à delegacia.

Colaboração Blog de Castro.