20°
Máx
14°
Min

Polícia prende estelionatário que aplicava o ‘golpe da CNH’ em SJP

O homem chegou a fazer mais de dez vítimas no 'golpe da CNH' (Foto: Divulgação/Polícia Militar) - Polícia prende estelionatário que aplicava o ‘golpe da CNH’ em SJP
O homem chegou a fazer mais de dez vítimas no 'golpe da CNH' (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Um homem de 42 anos foi preso nesta terça-feira (16), suspeito de aplicar um golpe em pessoas que tentavam tirar a Carteira de Habilitação em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele utilizava, inclusive, um crachá com a identificação do Detran e o nome ‘Marcelo da Silva’.

Segundo informações da Polícia Militar, Emerson Aliski Lemos já tinha feito mais de 10 vítimas. O homem chegava nas pessoas e se identificava como um funcionário do Detran. Ele falava que trabalhava no órgão e que poderia conseguir a carteira sem que pessoa passasse pelo processo das aulas teóricas e práticas.

Segundo a cabo Marcia Simone Mockel, do serviço reservado da primeira companhia da PM de São José dos Pinhais, que atuou na ação da Polícia que resultou na prisão do homem, Emerson cobrava diferentes valores para as vítimas, que as vezes eram atendidas e outras vezes eram esquecidas. “Ele chegou a cobrar R$5.000 de uma vítima. Em alguns casos, ele até entregava a CNH falsa. Em outros, ele simplesmente desaparecia”, afirmou a cabo.

A ação do estelionatário não parava por aí. Uma das vítimas que recebeu a CNH falsa pagando R$1.500 ao homem foi parada em uma blitz. Quando os policiais descobriram que se tratava de uma carteira falsa, apreenderam o veículo da mulher. Pouco depois, o homem ligou para a vítima e falou que poderia liberar o veículo da garagem do Detran mediante o depósito de R$500. Ela depositou, mas o carro não saiu do lugar.

Cabo Márcia ainda conta que além do golpe da CNH, ele também praticava estelionato com terrenos em Tijucas do Sul. “Ele divulgava terrenos que ficavam no município de Tijucas do Sul em redes sociais, com plantas e escrituras, todas falsas. Ele solicitava o depósito e quando recebia, entregava os documentos e sumia. As vítimas só percebiam se tratar de um golpe quando viram que os terrenos já estavam ocupados com seus devidos donos.”

A policial explicou que a prisão do homem só foi possível graças aos relatos das vítimas. Segunda ela, a partir disso começou uma investigação que terminou com sucessor na a tarde desta terça. “Graças às vítimas, conseguimos informações suficiente para tentar chegar até ele. Depois de uma semana de campana, pegamos o homem em flagrante, tentando vender outra CNH falsa para uma vítima.”

 Além disso, ela ressaltou que as vítimas não vão ter que responder legalmente por tentarem comprar a CNH, uma vez que não sabiam que se tratava de um documento falso. Segundo a cabo, as pessoas aguardavam o documento original, pois era isso que Emerson oferecia ao realizar o ‘negócio’. O homem foi encaminhado ao 1º Distrito Policial de São José dos Pinhais e deve responder pelos crimes de estelionato e falsa identidade, pois carregava, além do crachá falso do Detran, o versão falsa de um RG, com a foto dele, mas com o nome de Darci.

O homem utilizava um crachá e uma identidade falsa, com nomes diversos, mas com a foto dele (Foto: Divulgação/Polícia Militar)