27°
Máx
13°
Min

Polícia prende grupo suspeito de cometer homicídio por vingança

Ação conjunta entre a Polícia Civil e a PRF prende quatro suspeitos de homicídio em Guarapuava (Foto: Divulgação) - Polícia prende grupo suspeito de cometer homicídio por vingança
Ação conjunta entre a Polícia Civil e a PRF prende quatro suspeitos de homicídio em Guarapuava (Foto: Divulgação)

Uma ação conjunta entre a Polícia Civil de Guarapuava e a Polícia Rodoviária Federal do posto Guará prendeu quatro pessoas suspeitas de envolvimento do homicídio de Antônio Celso Massaneiro Rosa, crime ocorrido na segunda-feira (4) em São José dos Pinhais. O crime seria uma vingança pelo homicídio de Marcos Roberto da Rocha, de 31 anos, ocorrido no dia 1º de maio em Guarapuava, no bairro Morro Alto.

O caso teve ainda três casas e um carro incendiados, todos crimes cometidos em represália à morte de Marcos, segundo a Polícia. Uma nova vingança aconteceu na segunda, com o homicídio de Antônio Celso. Agora, sobe para oito o número de pessoas presas nessa rede de vingança. Mãe e filho, além de Lucas Tadeu Cardoso de Paula, 18 anos, e Rafael Batista Santos, 19 anos, já estão presos.

De acordo com a polícia, a prisão de mais quatro homens na noite dessa terça foi possível após denúncias anônimas. A ação conjunta chegou até os autores do crime na abordagem de um Astra preto.Com os suspeitos a polícia encontrou a arma usada no crime e identificou dois dos autores: Manoel Antonio Lorencetti e Liziel José Lorenço, que eram fugitivos da cadeia de Guarapuava desde o dia 20 de junho. Foram presos também Juliano da Rocha e Marcio Pereira Moraes.

De acordo o delegado chefe da 14ª SDP, Rubens Miranda, o processo será encaminhando para a Polícia Civil de São José do Pinhais, para a apuração da morte de Antônio Celso. Ainda segundo o delegado, os autores do crime podem ser transferidos para a cidade onde o crime aconteceu.

Colaboração Rede Sul de Notícias.