22°
Máx
17°
Min

Polícia prende suspeito de matar mulher com requintes de crueldade

(Foto: Divulgação) - Polícia prende suspeito de matar mulher com requintes de crueldade
(Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira (22), o delegado-chefe da 5ª SDP de Pato Branco, Getúlio Vargas, concedeu entrevista coletiva à imprensa para falar sobre a prisão de um suposto serial killer, suspeito do homicídio com requintes de crueldade contra Sirlei Siqueira da Silva, em Pato Branco. Ela foi estrangulada e teve uma garrafa introduzida nas partes íntimas.

Após encontrarem o corpo, os policiais iniciaram as investigações utilizando câmeras de segurança nas proximidades no bairro Pinheirinho, próximo ao viaduto. As imagens levaram até a Rodoviária Municipal. Eles viram que o suspeito, identificado como Guilhermo Eduardo Benites, de 19 anos, havia desembarcado no dia do crime de um ônibus que saiu de Francisco Beltrão.

O suspeito foi preso depois de matar a indígena Sebastiana Nivaghashan Mendes num terreno baldio próximo da rodoviária de Cascavel. Após o cruzamento de informações, a polícia chegou à conclusão de que ele teria sido o autor do homicídio em Pato Branco e o delegado e sua equipe foram até Cascavel para ouvir o suspeito.

Ele disse ao delegado que é natural de Cidade do Leste, onde ainda moram sua mãe e quatro irmãos. Ele confessou os dois crimes, mas a polícia acredita que tenham outras mortes que ainda serão vinculadas ao suspeito. Ele permanece preso na cadeia pública da 15ª SDP de Cascavel e as investigações continuam.

Colaboração PP News FB.