23°
Máx
12°
Min

Policial Civil atira em carro com criança de 7 anos durante confusão

Uma confusão envolvendo um papiloscopista da Polícia Civil foi registrada no final da manhã desta sexta-feira (15) em frente ao Instituto de Identificação, na rua Guaporé, centro de Londrina.

O policial civil discutiu com um empresário que tentava tirar a carteira de identidade para o filho de sete anos e atirou contra o carro onde estava a criança.

A confusão começou na semana anterior, quando o empresário reclamou do atendimento feito pelo papiloscopista e decidiu registrar uma queixa contra ele na corregedoria da Polícia Civil. Na manhã desta sexta, quando voltou ao local, discutiu novamente com o policial, que teria ordenado para que ele não tirasse o carro do local por estar com a CNH suspensa.

Como o empresário tentou se deslocar, houve o disparo. O filho do empresário, de 7 anos, estava no carro.

O delegado-chefe da 10ª Subdivisão Policial, Sebastião Ramos dos Santos Neto, afirmou que o caso será investigado. “É um ato gravíssimo, que precisa ser esclarecido. Independente de questões administrativas, o papiloscopista irá responder por disparado de arma de fogo. É uma via pública, muito transito de pessoas. E não há nada que justifica ele parar este veículo usando uma arma”, comentou.

(colaborou Reinaldo Furlan/Rede Massa)