21°
Máx
17°
Min

'Policial civil é baleado em tentativa de homicídio', diz advogado

Uma situação que até o momento não está muito clara, resultou em um homem ferido a tiros em Rio Branco do Sul, nesta manhã (11). As informações repassadas pela Sala de Imprensa da Polícia Militar, são de que o caso foi registrado por volta de 10 horas, em via pública, na Rua Professor Antônio Rodrigues Dias, no Centro da cidade. Ainda conforme a PM, três homens teriam chegado ao local em um veículo Spacefox de cor preta e atirado contra o condutor de um veículo Saveiro de cor branca. Teria ocorrido troca de tiros, e os suspeitos fugiram, levando na fuga um veículo Polo de cor preta.

O homem que supostamente estava no veículo Saveiro, foi socorrido pelo Siate e encaminhado a uma casa hospitalar em Almirante Tamandaré, com ferimentos graves.

Informações não confirmadas pelas polícias, dão conta de que “o homem ferido seria um policial civil”. A assessoria de Imprensa da Polícia Civil, disse que “está levantando as informações, que a Polícia Civil da cidade estava se deslocando ao local dos fatos para avaliar o que ocorreu”.

Atualização

O policial civil Mauro Sdney do Rocio, foi a vítima de disparos de arma de fogo. A informação foi confirmada pelo advogado do policial. Ele ainda revelou que "Mauro, sofreu uma tentativa de homicídio, que foi socorrido e segue em internado no Hospital Angelina Caron".

Ainda conforme o advogado, as circunstâncias que a tentativa de morte foi registrada, deverá ser apurada pela polícia.

Mauro foi denunciado pelo Ministério Público, como participantes no caso que resultou na morte de Ricardo Geffer, ocorrida em abril de 2015, em Rio Branco do Sul. Mauro, fazia parte da equipe do delegado Rubens Recalcatti e Geffer, seria o autor do crime de morte que vitimou João Dirceu Nazzari, o João da Brascal, primo do delegado.