22°
Máx
17°
Min

Policial Civil é morto dentro de farmácia no Capão Raso

O policial morreu depois que foi baleado em uma farmácia no bairro Capão Raso, em Curitiba (Foto: Colaboração/Cristiano Vaz)  - Policial Civil é morto dentro de farmácia no Capão Raso
O policial morreu depois que foi baleado em uma farmácia no bairro Capão Raso, em Curitiba (Foto: Colaboração/Cristiano Vaz)

Um policial civil morreu no hospital do Trabalhador depois de ser baleado por dois tiros durante um assalto a uma farmácia no bairro Capão Raso, em Curitiba, no início da noite desta terça-feira (23).

A Polícia ainda não confirmou as informações, mas segundo o relato de um funcionário da farmácia onde aconteceu o assalto, que preferiu não se identificar, tudo começou quando um homem armado entrou no local e anunciou o assalto. Depois de limpar o caixa da farmácia, ele começou a recolher os bens dos clientes que estavam no local.

Entre eles, estava Sérgio Antonio Szlanda, escrivão do 9º Distrito Policial de Curitiba. De acordo com o funcionário, quando o assaltante percebeu que Sérgio estava armado, pediu a arma do policial, que reagiu. Uma briga entre os dois começou no local, segundo o funcionário. No entanto, o criminoso conseguiu disparar dois tiros contra o policial, um no ombro e outro na cabeça.

Sérgio Antonio Szlanda trabalhava como escrivão, no 9º Distrito Policial de Curitiba

O assaltante fugiu na sequência, com a arma do policial, que foi levado em estado grave para o hospital do Trabalhador por pessoas que estavam na região. Ele não resistiu e morreu no hospital. A Polícia Civil afirmou que irá se manifestar sobre o caso nesta quarta-feira (24). O suspeito de ter matado o policial ainda não foi encontrado.