20°
Máx
14°
Min

Policial e namorada serão sepultados nesta quinta-feira

(Foto: Equipe COP / Jeferson Cascavel) - Policial e namorada serão sepultados nesta quinta-feira
(Foto: Equipe COP / Jeferson Cascavel)

O policial militar José Osni Pigatto, de 52 anos, e sua namorada, Luci de Fátima Galvão Bulek, de 55 anos, serão sepultados nesta quinta-feira (17). Eles foram executados na noite de terça-feira (15), mas os corpos só foram encontrados na tarde de ontem (16).

O velório do cabo da PM acontece na Capela da Saudade e o sepultamento está marcado para as 16h no cemitério Santo Antônio. O corpo de Luci é velado na Capela São Francisco e o horário do enterro ainda não foi divulgado.

Pigatto e Luci foram mortos na região do Alagados na noite de terça-feira, cada um com um tiro na cabeça. O policial estava amarrado e a mulher apresentava sinais de agressão, segundo peritos do Instituto de Criminalística. Detalhes sobre a investigação não serão revelados pela Polícia Civil para evitar que o trabalho seja prejudicado, mas o delegado Fernando Kasinski, responsável pelo caso, prometeu empenho para elucidar o crime.

“Foi uma execução, um ato covarde, mas a Polícia Civil vai investigar, vai dar o sangue para apurar esse crime”, garante Jasinski. Todo o equipamento do policial, como arma, munições e colete à prova de balas, estava na casa de Pigatto e não foi levado pelos criminosos. O caso segue sendo investigado e ainda não há informações sobre suspeitos ou motivação. O crime é tratado como latrocínio.