28°
Máx
17°
Min

Ponta Grossa registra mais uma morte suspeita de H1N1

(Foto: Divulgação) - Ponta Grossa registra mais uma morte suspeita de H1N1
(Foto: Divulgação)

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Ponta Grossa confirmou na tarde desta terça-feira (7) que a cidade registrou mais uma morte com suspeita de H1N1. Além disso, uma das mortes que estava sob análise no Laboratório Central do Estado (Lacen) testou positivo para o vírus da gripe H1N1. Porém, como o paciente de 78 anos ficou 20 dias internado, o prontuário dele será revisado para confirmar se o óbito foi realmente causado pela gripe ou por outra complicação decorrente do quadro.

O relatório atualizado também traz seis novos casos da gripe confirmados, totalizando 76 pacientes em Ponta Grossa. Três pacientes do sexo feminino (6, 35 e 54 anos) precisaram ser internadas, sendo que as duas adultas são portadoras de doenças crônicas. O número de pessoas que precisaram ser hospitalizadas por conta da gripe chega a 47.

Também foram confirmados outros três casos que tiveram apenas atendimento ambulatorial, com duas mulheres de 28 e 34 anos e um homem de 38 anos. Agora, já são 24 pessoas que contraíram o vírus da gripe H1N1 que foram tratadas sem precisar de internamento. Além deles, outros cinco casos no sistema prisional já haviam sido registrados.

Vacinas

A partir desta semana, gestantes e crianças de 6 meses até 5 anos incompletos que não compareceram às Unidades Básicas de Saúde (UBS) poderão ser imunizadas contra a gripe. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) disponibilizou mais doses da vacina para a cidade e o setor de imunização do município já fez a distribuição nas unidades.

Este público, juntamente com as crianças que devem receber a segunda dose, poderá ser vacinado em 17 UBS.  As mães e crianças podem procurar a vacina das 8h até as 17h, lembrando que as UBS fecham em horário de almoço, das 12h às 13h.