26°
Máx
19°
Min

Ponta Grossa soma nove colégios ocupados por estudantes

Colégio Meneleu foi um dos ocupados na segunda-feira; já são nove em Ponta Grossa (Foto: Divulgação) - Ponta Grossa soma nove colégios ocupados por estudantes
Colégio Meneleu foi um dos ocupados na segunda-feira; já são nove em Ponta Grossa (Foto: Divulgação)

Mais três colégios estaduais foram ocupados por estudantes na manhã desta terça-feira (11) em protesto contra a medida provisória 746/2016, que prevê alterações curriculares no Ensino Médio. Com as ocupações dos colégios estaduais Presidente Kennedy, Elzira Correa de Sá e Professor José Gomes do Amaral, a cidade chega a nove colégios estaduais tomados por alunos em mobilização contra a reforma proposta pelo governo federal.

Os estudantes protestam contra as alterações previstas pela MP, como o aumento da carga horária de 800 para 1.400 horas/aula por ano e a mudança em disciplinas como Filosofia, Artes, Sociologia e Educação Física, que passariam a ser opcionais caso a proposta seja aprovada.

Além das três escolas que começaram a mobilização hoje, já estão ocupados o Colégio Estadual Professor Meneleu Almeida Torres, o Instituto Educação Professor César Prieto Martinez, Colégio Estadual Polivalente, o Colégio Estadual Regente Feijó, o Colégio Estadual Doutor Epaminondas Novaes Ribas e a Escola Estadual Ana Divanir Boratto. Além deles, a Escola Estadual Professora Sirley Jagas está mobilizadas com aulas especiais sobre o projeto polêmico.

Na região

Em Castro, o primeiro local a ser ocupado é a Escola Estadual Antônio e Marcos Cavanis, conforme informações repassadas pelo Núcleo Regional de Educação (NRE). Também há registros de ocupações em União da Vitória, no Colégio Estadual São Cristóvão, e em Guarapuava, nos colégios Mahatma Gandhi e Heitor Rocha Kramer. Outras cidades menores das regiões também registram protestos de estudantes.