24°
Máx
17°
Min

Ponta Grossa terá condomínio exclusivo para servidores públicos

Investimento de R$ 49,9 milhões terá 312 unidades em Uvaranas (Foto: Divulgação / Kaé) - Ponta Grossa terá condomínio exclusivo para servidores públicos
Investimento de R$ 49,9 milhões terá 312 unidades em Uvaranas (Foto: Divulgação / Kaé)

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, por meio da Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), assinou contrato para construção do Residencial Clube Cohapar Cavanis, na tarde da última quarta-feira (24), no Palácio Iguaçu, em Curitiba. O empreendimento, que será construído em parceria entre o governo do Estado, Caixa Econômica Federal e Prefeitura, tem foco exclusivo em servidores públicos federais, estaduais e municipais.

Com investimento de R$ 49,9 milhões, o condomínio clube será construído no Bairro de Uvaranas, próximo ao Hospital Vicentino e terá 312 unidades divididas em 13 torres de apartamentos com dois quartos, piscina, espaço gourmet, playground, quadra de areia poliesportiva, somando mais de 21 mil m².

De acordo com o presidente da Prolar, Dino Schrutt, o projeto traz novidades na área de sustentabilidade com mais de 15 itens que vão reduzir os impactos ambientais do residencial. As torres terão captação de água da chuva, coleta seletiva, paisagismo com espécies nativas, luminárias externas alimentadas por energia solar, sistemas de economia de energia elétrica e água. A previsão de entrega é para 24 meses a partir do início da obra, que deve começar em até 60 dias.

Cadastro

O empreendimento será direcionado a servidores públicos com renda bruta mensal de até R$ 5 mil, sendo que a faixa de preço dos imóveis será baseada no programa Minha Casa, Minha Vida.

A Prolar já conta com um cadastro de servidores da Prefeitura de Ponta Grossa, no entanto aqueles que se encaixam na faixa indicada podem procurar a fundação. Já os servidores estaduais e federais precisam aguardar o formato de cadastro que será liberado pela Cohapar na próxima semana.

Colaboração Assessoria de Imprensa.