21°
Máx
17°
Min

Prefeita troca pais por filhos e maridos por esposas no secretariado; MP contesta

(Foto: Tasabendo.com) - Prefeita troca pais por filhos e maridos por esposas no secretariado; MP contesta
(Foto: Tasabendo.com)

O Ministério Público de Campo Mourão deu 48 horas para que a prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay (PR), revogue a nomeação de comissionados ocorrida esta semana. Eles são parentes de ex-secretários que deixaram a administração municipal para se colocarem à disposição dos partidos para a disputa eleitoral em outubro.

As nomeações chamam a atenção, pois a prefeita manteve ‘tudo em família’. Na Diretoria de Ação Social, saiu Sebastião Galdino e entrou a esposa Ronise Cleia Galdino. Ademir Franco de Lima deixou o cargo de secretário de Agricultura e sua namorada, Ofélia Paulino, assumiu a diretora geral da pasta.

Na Secretaria de Desenvolvimento, entrou Roseli Stanziola, esposa de Paulo Cezar Stanziola, que deixou a pasta de Serviços Públicos. Ainda aconteceram trocas entre pais e filhos. Na Secretaria de Controle e Ouvidoria saiu Edoel Rocha e entrou o filho Edoel Idilio Rocha. Gevilson Gabriel Bruno ainda assumiu um cargo na diretoria de Assuntos de Governo enquanto o pai Antonio da Silva, o Toninho Dondaque, afastou-se.

O Ministério Público entendeu que a prefeita Regina Dubay feriu as regras da administração pública de eficiência e impessoalidade. Além disso, ressaltou que os comissionados vão ganhar salários de grandes somas, entre R$ 5,4 mil até quase R$ 12 mil.

Colaboração Célia Martinez da Rede Massa