22°
Máx
14°
Min

Prefeitura de Londrina inicia testes de abrigos para o Superbus

(Foto: Vivian Honorato/N.Com) - Prefeitura de Londrina inicia testes de abrigos para o Superbus
(Foto: Vivian Honorato/N.Com)

A Prefeitura de Londrina começou a testar o primeiro abrigo (ponto) de ônibus instalado para o projeto do Superbus. O novo módulo foi implantado em frente a um shopping, na Avenida Ayrton Senna, 400, na Gleba Palhano. O abrigo é um protótipo do que será utilizado, posteriormente, nas obras do novo sistema de transporte urbano de Londrina.

De acordo com o assessor executivo de Assuntos Especiais da Prefeitura, Carlos Geirinhas, a intenção do Município é realizar testes e fazer os ajustes necessários para promover a instalação dos 87 abrigos que atenderão as principais vias da cidade, abrangendo um total de seis corredores em 12 ruas e avenidas. A publicação da licitação deve sair nos próximos dias.

“A prefeitura fará melhorias na infraestrutura e na qualidade dos serviços para melhor receber e acomodar os usuários de transporte. Teremos ônibus e pontos modernos, confortáveis e mais adequados, com a intenção de atrair pessoas de outros modais para utilizar o transporte público”, disse Geirinhas.

As obras integram a Fase 1 da Implantação de Sistema de Transporte Urbano do Município de Londrina, que incluem, além da readequação dos abrigos dos corredores de ônibus, reforço e melhoria dos pisos, um viaduto, sistema inteligente de trânsito, ampliação da rede cicloviária com criação de 14,86 km de ciclovias e reforma e ampliação dos terminais de integração do Ouro Verde, Acapulco, Vivi Xavier e Milton Gavetti. O inicio das obras está previsto para o segundo semestre de 2016.

Contrapartida 

A estrutura do abrigo de ônibus instalado na Gleba Palhano está praticamente pronta, com cobertura térmica, vidros e piso tátil. O módulo foi instalado pelo shopping instalado na Avenida Ayrton Senna, após negociação com o Município, sendo uma contrapartida decorrente de Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV). Trata-se de uma medida de apoio à mobilidade urbana para mitigação de impacto, uma vez que o shopping é considerado um gerador de tráfego naquela região.

Os módulos definitivos serão complementados com uma lixeira, adesivos de orientação com a rede de ônibus da cidade e as linhas que passam pelo local. Alguns dos pontos serão equipados com painel eletrônico.

O projeto do Superbus tem custo estimado em R$ 143 milhões, dos quais R$ 124 milhões são provenientes do governo federal por meio do PAC 2.

(com informações do Núcleo de Comunicação da Prefeitura)