27°
Máx
13°
Min

Preso da Operação Perdigueiro é condenado a 40 anos de prisão

Sandro Luiz dos Santos, suspeito de chefiar esquema de tráfico, foi condenado nesta semana (Foto: Divulgação / Polícia Civil) - Preso da Operação Perdigueiro é condenado a 40 anos de prisão
Sandro Luiz dos Santos, suspeito de chefiar esquema de tráfico, foi condenado nesta semana (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Saiu nesta semana a sentença condenatória das 22 pessoas presas na Operação Perdigueiro, deflagrada em setembro do ano passado. Sandro Luiz dos Santos, apontado pela Polícia Civil como líder de uma organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas no sudoeste do Paraná, foi condenado a 40 anos de prisão. Ele foi apontado pela polícia como responsável por tentar instalar o Primeiro Comando da Capital (PCC) em Pato Branco e em Guarapuava.

De acordo com o delegado Ivonei Oscar da Silva, da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), a esposa de Sandro, Poliana Dias de Souza, foi condenada a 18 anos de prisão, mesma pena a que foi condenado o irmão de Sandro, Aldenir Francisco dos Santos.

Os presos estão espalhados nas penitenciárias de Francisco Beltrão, Pato Branco e Piraquara. A operação aconteceu em setembro do ano passado e prendeu 22 pessoas nas cidades de Cascavel, Guarapuava, Pato Branco, Francisco Beltrão, Mariópolis, Palmas e Inácio Martins.