28°
Máx
17°
Min

Presos em operação extorquiam vítimas após roubar empresas na região de Londrina

(foto: Rede Massa) - Presos em operação extorquiam vítimas após roubar empresas
(foto: Rede Massa)

Dez pessoas foram presas suspeitas de integrarem uma quadrilha especializada no roubo e furto de cargas e a empresas. As prisões ocorreram nesta quarta-feira (24), durante a Operação Carga Pesada, deflagrada em Londrina e região.

"Muitos dos criminosos já possuem passagem pela polícia, envolvimento com o tráfico. Mas os crimes mais específicos são roubo e furto de caminhonete, (escavadeiras) bobcat e caminhões. Além de realizar o furto, eles muitas vezes extorquiam os proprietários para darem certa quantia em dinheiro e assim reaverem o bem", contou o delegado chefe da 10ª Subdivisão Policial de Londrina (SDP), Sebastião Ramos dos Santos Neto.

Foram sete presos em Londrina, um em Rolândia, um em Arapongas e um em Naviraí, no Mato Grosso do Sul. A ação coordenada pela 10ª SDP contou com integrantes de outras unidades policiais, totalizando 27 agentes.

Das dez pessoas presas, quatro delas possuem grau de parentesco e moravam no Jardim Leonor, bairro de Londrina, que servia como o QG da quadrilha.

Além de terem como alvo veículos de transporte de carga, os criminosos também agiam em transportadoras e empresas. Entre os carregamentos roubados e furtados estariam celulares, televisores, autopeças e outros bens. Os produtos eram comercializados na região de Londrina.

"Eles possuíam contatos a nível nacional. São pessoas de forte ligação no crime e de longa data. Já estiveram presos. Mas desta feita foi realizado um trabalho para comprovar principalmente associação criminosa, que está bem caracterizada nesta investigação", acrescentou o delegado.

De acordo com a polícia, há informações da participação da quadrilha em crimes em outros estados e, com as prisões efetuadas, novas diligências serão realizadas.

Os criminosos serão autuados por associação criminosa, furto qualificado, receptação criminosa, extorsão e estão à disposição da Justiça.

(com informações da Polícia Civil)