22°
Máx
16°
Min

Presos inovam e criam 'drogaduto' na delegacia de Sertanópolis

Presos inovam e criam 'drogaduto' em delegacia

Os presos estão cada vez mais criativos na hora de tentar receber objetos ilícitos dentro das cadeias. Na delegacia de Sertanópolis (40 km de Londrina), a novidade foi um ‘drogaduto’, uma mangueira de 35 metros que ligava um prédio vizinho a uma das celas, por onde passavam drogas e bebidas alcoólicas.

Investigadores da Polícia Civil receberam denúncia de que os objetos estavam chegando até os presos por meio de uma mangueira e que a mulher de um dos presos iria retirá-la durante o dia de visita.

Os detentos fizeram um buraco em uma chapa de aço por dentro da cela, ligando ao pátio da Assistência Social do município, que fica ao lado da delegacia. Com um gancho improvisado, os presos levantavam a mangueira e recebiam o material.

Claudia Neves, esposa do preso Anderson Costa do Nascimento, vulgo ‘Goteira’, foi flagrada deixando a delegacia com uma sacola com 35 metros de mangueira e acabou sendo autuada.
 O presidente do conselho de Segurança de Sertanópolis, Antonio Vieira, afirmou que serão levantados recursos para colocar câmeras e refletores na área que dá acesso ao pátio para que o monitoramento no local seja melhorado.