22°
Máx
14°
Min

Presos liberam refém e encerram rebelião na cadeia de Castro

Agente foi liberado e agora polícia faz pente fino na cadeia em busca de danos (Foto: Marrara Laurindo / Rede Massa) - Presos liberam refém e encerram rebelião na cadeia de Castro
Agente foi liberado e agora polícia faz pente fino na cadeia em busca de danos (Foto: Marrara Laurindo / Rede Massa)

Depois de quase 16 horas, os presos da cadeia de Castro encerraram a rebelião que teve início na noite de ontem (25). Os detentos liberaram o agente carcerário que era mantido refém e foram removidos para o solário enquanto policiais do Pelotão de Choque e do Bope fazem o pente fino na cadeia. O refém foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para realização de exames, mas passa bem, segundo a polícia.

De acordo com o comandante da 3ª Companhia de Polícia Militar, tenente Leandro de Azevedo, os policiais agora farão a vistoria na cadeia. “Vamos buscar possíveis feridos escondidos e também vamos avaliar os danos na estrutura da cadeia para ver o que precisa ser reparado”, explica o tenente.

A cadeia pública de Castro tem 40 vagas, mas abrigava cerca de 160 detentos no momento da rebelião, deflagrada após uma fuga frustrada pelos policiais. Entre as reivindicações, eles pediam melhorias na qualidade da comida e também pediam para que a direção da cadeia aumentasse o número de visitas por semana.

Colaboração Marrara Laurindo, da Rede Massa.