21°
Máx
17°
Min

Presos quatro envolvidos na morte de empresário em parque aquático

(Foto: Sandoval Peron/Rede Massa) - Presos  quatro envolvidos na morte de empresário em parque aquático
(Foto: Sandoval Peron/Rede Massa)

Quatro pessoas foram presas acusadas de participação na morte do empresário João Molinari, de 50 anos, morto há uma semana em uma casa localizada no interior do parque aquático Molipark, na zona rural de Sabáudia.

Os detidos já possuíam passagem pela polícia: Diego Henrique dos Santos, 24 anos, Hugo Lourenço, 24, Edson Brito de Souza, 23, e Paulo Alex da Silva, 23, apontado pela polícia como autor dos disparos que mataram o empresário.

Outras cinco pessoas acusadas de terem participado do crime tiveram a prisão decretada e são consideradas foragidas.

O crime

A quadrilha invadiu o parque aquático no final da noite de 9 de fevereiro, de olho no dinheiro arrecadado na terça-feira de carnaval. Armados e encapuzados, os homens chutaram a porta de uma das casas do parque, agrediram moradores e reviraram tudo em busca do dinheiro.

Segundo testemunhas, Molinari estava em outra casa e, ao ouvir o barulho, foi até a janela ver o que acontecia. Ele foi atingido por tiros na cabeça e no tórax e morreu no local.

A quadrilha fugiu com grande quantia em dinheiro e um carro da família, abandonado pouco tempo depois em uma estrada rural.

Com a morte do empresário, a família decidiu manter o parque fechado por tempo indeterminado.