22°
Máx
17°
Min

Pressionados por redução, vereadores congelam salários

(foto: Câmara de Vereadores de Borrazópolis/Divulgação) - Pressionados por redução, vereadores congelam  salários
(foto: Câmara de Vereadores de Borrazópolis/Divulgação)

A Câmara de Vereadores de Borrazópolis, norte do Paraná, votou, em segunda discussão na noite de segunda-feira (21), o projeto de lei que fixa os salários para a próxima legislatura, entre janeiro de 2017 e dezembro de 2020.

Houve pressão popular, tanto em plenário quanto nas redes sociais, para que os vereadores reduzissem os salários, como ocorreu nas cidades de Jacarezinho e Santo Antonio da Platina, no norte Pioneiro.

Apesar dos manifestos, o projeto foi aprovado com o congelamento dos valores para os próximos quatro anos. A remuneração mensal segue em R$ 2.713,14 para os vereadores e R$ 3.332,00 para o presidente do Legislativo.

No mesmo projeto, foi incluído o congelamento dos salários do prefeito e vice do município, em R$ 14,4 mil e R$ 5,9 mil, respectivamente.