27°
Máx
13°
Min

PRF apreende carretas com quase 1 milhão de maços de cigarros

Valor de mercado dos itens apreendidos passa de R$ 5 milhões (Foto: PRF) - PRF apreende carretas com quase 1 milhão de maços de cigarros
Valor de mercado dos itens apreendidos passa de R$ 5 milhões (Foto: PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu nesta segunda-feira (29) três carretas carregadas com cerca de 950 mil maços de cigarros contrabandeados em três cidades diferentes, todas na região oeste do Paraná.

O valor de mercado das cargas apreendidas ultrapassa R$ 5 milhões. Três homens foram presos. Agentes da Receita Federal participaram de uma das três ocorrências.

A primeira apreensão, de aproximadamente 200 mil maços, foi registrada pela PRF na madrugada, em Guaíra. Os policiais rodoviários federais desconfiaram de um caminhão que transitava pela BR-163.

A equipe da PRF localizou as caixas de cigarros escondidas sob uma camada de soja. O motorista, de 59 anos de idade, foi preso em flagrante por contrabando.

Ele disse que saiu de Maracaju (MS) e que tinha como destino final a cidade de Cruz Alta (RS). A PRF encaminhou o preso, a carga e o veículo para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra.

A segunda carreta foi abordada pela PRF na manhã, em Quatro Pontes. Com cerca de 400 mil maços de cigarro, o veículo transitava pela BR-163 quando foi interceptado pelos policiais rodoviários federais.

O motorista, de 31 anos de idade, foi preso em flagrante. Aos policias rodoviários federais, ele revelou que saiu de Eldorado (MS) e que levaria a carga ilícita até Curitiba. A PRF encaminhou o preso, os cigarros e o veículo para a Delegacia da Polícia Federal em Cascavel. 

A terceira apreensão foi realizada também de manhã, em conjunto pela Receita Federal e pela PRF na BR-163 em Lindoeste.

Cerca de 350 mil maços foram encontrados em uma carreta. O motorista, de 53 anos, também foi preso.

Aos agentes da Receita e da PRF, ele relatou ter saído de Guaíra e que pretendia entregar o cigarro no estado do Rio Grande do Sul.

A ocorrência também foi encaminhada para a Polícia Federal em Cascavel. A pena para o crime de contrabando é de dois a cinco anos de reclusão.

Ao longo de 2015, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 20,1 milhões de maços de cigarros contrabandeados no Paraná, resultado 48,9% superior ao registrado em 2014, quando 13,5 milhões de maços foram apreendidos pela instituição no estado.

Colaboração: Assessoria PRF