23°
Máx
12°
Min

PRF busca alternativas para remover carros do pátio

(Foto: Ederaldo Fernandes / Rede Massa) - PRF busca alternativas para remover carros do pátio
(Foto: Ederaldo Fernandes / Rede Massa)

Os pátios da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Ponta Grossa estão lotados com centenas de carros abandonados, verdadeiros cemitérios de automóveis. Carcaças, muitas destruídas por causa de acidentes, permanecem no local. Nos dois pátios na cidade, mais de 360 veículos continuam acumulando água e sujeira.

Para o inspetor De Paula, da PRF, “a superlotação de veículos no pátio acaba atrapalhando até mesmo o trabalho do policial para ele realizar as fiscalizações, o espaço nesta unidade operacional [no posto Caetano] é reduzido e está sendo ocupado por veículos, muitos deles sucatas”, explica.

A maior parte dos veículos que estão nos pátios da PRF se envolveram em acidentes e não são segurados. Porém, outros têm problemas na documentação ou até mesmo dívidas, e o proprietário prefere deixar o carro abandonado do que resolver a situação.

As carcaças acumulam até mesmo água, o que representa um perigo já que podem se tornar criadouro do mosquito Aedes aegypti. Os policiais amenizam o problema colocando areia, mas esse não é o único problema. Os pátios exigem atenção constante, além de um controle rigoroso. Para resolver a situação, a PRF realiza neste ano um leilão para dar o destino correto aos veículos.

Com a situação encaminhada, a PRF já buscou uma alternativa para não acumular novos carros. Um edital de licitação foi lançado para contratar serviços de remoção e depósito.

Colaboração Marrara Laurindo, da Rede Massa.