26°
Máx
19°
Min

Procura por vacina contra a dengue é bastante baixa em Maringá e Sarandi

Vacina é bastante perecível e doses estão sendo perdidas (Foto: Venilton Küchler/AEN) - Procura por vacina contra a dengue é bastante baixa
Vacina é bastante perecível e doses estão sendo perdidas (Foto: Venilton Küchler/AEN)

A procura pela vacina contra a dengue está muito baixa tanto em Maringá quanto em Sarandi. Nas duas cidades, o público alvo são cerca de 113 mil pessoas entre 15 e 27 anos. A dose é gratuita e aplicada no braço rapidamente.

Em Maringá, está difícil encontrar um posto com pessoas em busca da vacina. Das 45 mil doses que já chegaram ao município, apenas 4,5 mil foram aplicadas. A coordenadora de imunização, Isabela Ferrari, já previa esse resultado. “Está bem abaixo do esperado. A gente sabe que é uma população difícil de atingir por ser uma idade de 15 a 27 anos. É uma população que não busca a vacina, então a gente tem que correr atrás deles”, declarou.

Em Sarandi, o problema é o mesmo, sendo que apenas 800 pessoas buscaram os postos de saúde. E há uma preocupação pelo desperdício da vacina, já que a dose é bastante perecível, tendo que ser descartada com 6h depois de aberta.

A conta é que sejam perdidas três doses por dia pela falta de procura. Para se imunizar, basta ir ao posto de saúde com um documento com foto e carteira de vacinação (se já tiver).

Colaboração William Souza da Rede Massa