21°
Máx
17°
Min

Produto inovador, estabilizador de solo pode ser solução para estradas rurais

Prefeitura de Beltrão e a Via Encosta fizeram os primeiros testes do produto em trechos de estradas do Rio do Mato nesta semana (Foto: Divulgação) - Estabilizador de solo pode ser solução para estradas rurais
Prefeitura de Beltrão e a Via Encosta fizeram os primeiros testes do produto em trechos de estradas do Rio do Mato nesta semana (Foto: Divulgação)

Um dia de campo mostrou a produtores rurais e representantes de municípios da região uma nova alternativa para melhorar a conservação e durabilidade de estradas rurais. O estabilizador de solo é um produto inovador – no Brasil, utilizado somente no Nordeste – e permite criar uma camada bastante sólida que impermeabiliza a via, evitando poeira em dias secos, lama com a chuva e barateando significativamente o custo de manutenção das estradas.

“A via é preparada, o produto, em sua forma líquida aplicado e depois do período de cura, quando isso tudo seca, não volta ao seu estado de origem. Cria uma liga no solo que faz com que seu resultado se assemelhe a pavimentação em termos de conforto, suporte de carga e durabilidade, mas claro, mais barato”, explica o engenheiro Wellington Martins, da Via Encosta. A empresa que trabalha na área de soluções ambientais foi convidada pela Prefeitura de Francisco Beltrão para fazes testes em trechos de estradas do município para avaliar a eficácia do estabilizador.

Os primeiros resultados foram apresentados nesta sexta-feira (22), em um dia de campo que na comunidade de Rio do Mato. Diferentes formas de preparação do solo e variações do estabilizador foram aplicados em dois trechos de estrada. Esta foi a primeira vez que o produto foi utilizado fora do Nordeste, onde a Via Encosta começou a importá-lo e aplicar em encostas com risco de deslizamento.

Dependendo da eficácia, o estabilizador pode se tornar uma boa alternativa para as estradas rurais da região, segundo o secretário de Desenvolvimento Rural, Nelcir Basso. “A gente sempre procura formas mais baratas e eficientes para fazer as coisas, principalmente na questão de estradas. Hoje nós temos um custo alto para manter as vias rurais e estamos começando a sofrer com a falta de cascalho em algumas comunidades, por isso torcemos para que essa novidade dê certo e se torne uma realidade a médio prazo para nossas estradas”, afirma Basso.

Atualmente, o interior de Francisco Beltrão possui 3.890 km de vias, segundo apontou recente mapeamento realizado pelo Município. Além da agilidade na aplicação se comparada a pavimentação, o estabilizador de solo também é mais barato que calçamento e chega a custar 20% do valor do asfaltamento.

Colaboração Assessoria de Imprensa.