22°
Máx
16°
Min

Professor é preso suspeito de assediar alunos pelo Facebook

Polícia confirmou que professor teve relações sexuais com pelo menos um adolescente (Foto: Divulgação / Polícia Civil) - Professor é preso suspeito de assediar alunos pelo Facebook
Polícia confirmou que professor teve relações sexuais com pelo menos um adolescente (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Um professor de Matemática e Física de duas escolas particulares em Coronel Vivida e Chopinzinho, no sudoeste do Paraná, foi preso neste fim de semana pela Polícia Civil suspeito de assediar alunos com idades entre 14 e 15 anos. Ele criou um perfil falso no Facebook e pediu amizade para vários alunos. Era pela rede social que ele fazia as propostas.

De acordo com o delegado de Coronel Vivida, Rômulo Contin Ventrella, como o suspeito oferecia vários produtos em troca, como cigarro, dinheiro e até mesmo uma prova da escola, o suspeito foi autuado por atrair adolescente à prostituição. O suspeito tem 21 anos e, segundo a polícia, chegou a consumar o ato sexual com um adolescente que não era seu aluno, mas ainda não há o número certo de vítimas do professor.

Há dois meses, a diretora de uma das escolas fez uma denúncia na Polícia Civil dizendo que alguém havia hackeado os computadores da escola e pego uma das provas. A investigação levou até o professor, que foi preso na casa dos pais, em Coronel Vivida.

Os casos foram descobertos porque um aluno procurou a diretoria para dizer que foi assediado pelo Facebook. Os pais do adolescente foram alertados sobre o caso e também auxiliaram a polícia no fornecimento de informações. O suspeito foi levado até a delegacia da Polícia Civil e deveria ser transferido para outra unidade prisional. A identidade dele não foi revelada pelas autoridades.