28°
Máx
17°
Min

Professores da Universidade Estadual de Maringá aprovam indicativo de greve para sexta-feira

Assembleia aconteceu na segunda-feira (Foto: Sesduem) - Professores da UEM aprovam indicativo de greve para sexta
Assembleia aconteceu na segunda-feira (Foto: Sesduem)

Os professores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) aprovaram indicativo de greve para esta sexta-feira (14), quando devem paralisar as atividades. A assembleia foi realizada na tarde de segunda-feira (10).

Assim como outras categorias do funcionalismo público estadual, como os professores dos ensinos fundamental e médio e os policiais civis, os docentes da UEM devem paralisar para pressionar o governo do Estado a cumprir a promessa do pagamento da data-base em janeiro de 2017.

A promessa foi feita pela administração estadual para encerrar a greve no ano passado, porém, um dia após as eleições municipais de 2016, Beto Richa (PSDB) encaminhou um projeto de reajuste fiscal à Assembleia Legislativa, que suspende o índice.

O governo alega que não pode dar o aumento, pois precisa de dinheiro para pagar promoções e progressões em atraso. Os professores da UEM se reúnem na próxima sexta-feira, às 9h, para votar a deflagração da greve.