28°
Máx
17°
Min

Programa de voluntariado contra o Aedes quer reunir 15 mil voluntários

O programa de voluntariado foi definido na reunião semanal da Sala de Combate ao Aedes em Curitiba (Foto: Cesar Brustolin/SMCS) - Programa de voluntariado contra o Aedes quer reunir 15 mil voluntários
O programa de voluntariado foi definido na reunião semanal da Sala de Combate ao Aedes em Curitiba (Foto: Cesar Brustolin/SMCS)

A Prefeitura de Curitiba lançou um programa de voluntariado contra o mosquito Aedes aegypti, segundo o Twitter da instituição. A intenção é reunir 15 mil voluntários. As ações previstas são  inspecionar  imóveis e orientar os proprietários; auxiliar nas visitas semanais e conceder um selo às residências que não apresentarem situação de risco. 

A ação dos voluntários vai durar até o dia 3 de junho e é preventiva contra o pico da epidemia, esperado para os próximos meses.  A ideia é que cada voluntário fique responsável pelo acompanhamento semanal dos imóveis de uma quadra. Os participantes vão receber tratamento do município e um crachá para identificação e acesso aos imóveis.  

Durante a visita de técnicos e Forças Armadas nos bairros, nesta semana, foram recolhidos 195 toneladas de entulho na região Sul. Infelizmente, em 12 horas, novos entulhos foram recolocados nos mesmos locais. A prefeitura lembra que a multa para o descarte incorreto do lixo é R$ 569. Para a segunda autuação, R$ 1.139 e na terceira vez o valor chega a R$ 2.279.

Até o momento, os bairros que mais apresentaram focos de dengue foram o Parolin, Hauer e Uberaba.  Em Curitiba, em dois meses, foram 1.524 casos notificados, sendo 173 confirmado com uma morte. A Defesa Civil de Curitiba vai receber as inscrições dos interessados em participar do projeto.  Os interessados em participar devem se inscrever no site da Prefeitura da Curitiba a partir do próximo dia 22.