28°
Máx
17°
Min

Projeto estimula turismo de fronteira no sudoeste do Paraná

(Foto: Divulgação) - Projeto estimula turismo de fronteira no sudoeste do Paraná
(Foto: Divulgação)

O projeto Fronteiras Cooperativas, promovido pelo Sebrae nacional em parceria com o Sebrae/PR nos limites de Brasil e Argentina, está registrando mais um resultado positivo. Um dos cinco subgrupos de trabalho, o de Turismo Integrado, concluiu o inventário turístico da Tríplice Fronteira, que envolve os municípios de Barracão (sudoeste do Paraná), Dionísio Cerqueira (oeste de Santa Catarina) e Bernardo de Irigoyen (província de Misiones, Argentina).

O trabalho apresentado pelo consultor Anery Junior Baggio durante reunião realizada na Associação Comercial e Empresarial (Ascoagrin) de Dionísio Cerqueira (SC), Barracão (PR) e Bom Jesus do Sul (PR), traz a identificação e a catalogação do turismo por município e seu planejamento de forma integrada. Os integrantes do grupo de Turismo Integrado, todos voluntários, querem agora mostrar o inventário turístico para a comunidade. “Nossa intenção é apresentar os resultados para a população e envolver as lideranças. O projeto pode seguir pelo Consórcio Intermunicipal da Fronteira (CIF), porque o turismo movimenta a economia na fronteira. A expectativa é que o projeto gere desenvolvimento econômico e social na região”, afirma Talita Casagrande, integrante do grupo e proprietária de uma loja de perfumes em Bernardo de Irigoyen.

A consultora do Sebrae/PR, Maria Auria Mülhmann, salienta que o turismo é uma ação realmente comprovada para a integração de fronteiras. “É uma grande porta para o desenvolvimento. São povos com culturas diferentes, políticas diferentes, mas que estão dispostos a modificar leis, romper barreiras, pelo turismo. O inventário turístico é mais uma conquista dos voluntários deste grupo”, observa Maria Auria.

O próximo passo do grupo de Turismo Integrado será avaliar o inventário e relacionar as ações a serem implantadas. Segundo o coordenador do grupo, o arquiteto argentino Diego Gimenez, faltam ser elaborados o roteiro integrado e o plano de comunicação para fechar o planejamento estratégico. Segundo Gimenez, a ideia não é apenas a integração nas questões comerciais. “Queremos definir um plano de integração urbana dos municípios, abrangendo identidade visual única (das ruas, forma de iluminação) e apenas uma só aduana”, exemplifica o arquiteto.

Fronteiras Cooperativas

Desde 2014, o projeto, sob a gestão da regional Sudoeste do Sebrae/PR, tem realizado articulações institucionais entre as cidades de Barracão (PR), Dionísio Cerqueira (SC) Brasil e Bernardo de Irigoyen (província de Misiones, Argentina). A intenção é promover o desenvolvimento da cultura da cooperação transfronteiriça e propiciar atratividade internacional. Para ampliar o diálogo e envolver a comunidade dos dois países, foram criados cinco subgrupos de trabalho: Ambiente de Negócios; Gestão de Negócios; Empreendedorismo e Inovação; Liderança; e Turismo integrado.

Colaboração Assessoria de Imprensa.