24°
Máx
17°
Min

Projeto leva cães para interagir com idosos em Londrina

(foto: Pixabay) - Projeto leva cães para interagir com idosos em Londrina
(foto: Pixabay)

A Secretaria Municipal do Idoso (SMI), em parceria com a ONG SOS Vida Animal, iniciou um novo projeto em Londrina chamado “Amor em Pelo”, que irá levar cães a Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). A intenção é realizar atividades que irão proporcionar momentos de socialização e melhorar a qualidade de vida das pessoas que são atendidas nestes espaços.

O projeto tem início nesta sexta-feira (30), às 16 horas, no Lar dos Vovôs e das Vovós, localizado na rua Araguaia, 582, Vila Nova. Inicialmente, as atividades serão realizadas em três instituições que mantêm convênio com a Prefeitura de Londrina. Também irão receber o atendimento o Lar Maria Tereza Vieira e o Lar São Vicente de Paulo.

Segundo a psicóloga e gerente de Atenção à Pessoa Idosa da SMI, Renata Graner, os voluntários da ONG SOS Vida Animal irão levar seus cães para visitar as instituições e participar de atividades e exercícios com os idosos, monitorados por profissionais como psicólogos, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais que trabalham nestes espaços. “O contato com os animais proporciona melhora na sociabilização dos idosos em suas práticas diárias. Essa convivência estimula a mobilidade, pode aumentar a motivação e autonomia, colaborando para reduzir problemas como a depressão e a ansiedade”, disse.

Antes de aderir ao projeto, os voluntários precisam ter seus animais avaliados por uma veterinária da ONG, que analisa se o cão está dentro do perfil adequado para conviver com os idosos.

A psicóloga destacou que a adesão inicial dos voluntários da ONG superou as expectativas e informou que a intenção é fazer com que o projeto seja permanente. “A ideia era fazer um projeto-piloto, realizando a visita uma vez por mês em apenas uma das instituições. Porém, a procura e disponibilidade dos voluntários nos surpreendeu e isso fez com que ampliássemos o atendimento antes mesmo do projeto começar. Ficamos muito satisfeitos com o retorno”, enfatizou.

As visitas realizadas pelo projeto “Amor em Pelo” irão ocorrer três vezes por semana em cada um dos lares, conforme esquema de revezamento. A agenda contendo todas as primeiras datas ainda está sendo concluída. Atualmente, as três instituições de Londrina que integram o projeto atendem 195 idosos.

(com informações do Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina)