22°
Máx
16°
Min

Protesto pede punição contra motorista embriagado após morte no trânsito

Protesto pede punição contra motorista embriagado após morte no trânsito

Parentes e amigos de Rafael Laraniaga Gomes Caprioti, 28 anos, que morreu em um acidente no último fim de semana, fizeram um protesto na tarde deste sábado (2) em frente à Delegacia de Polícia Civil de Sarandi (a sete quilômetros de Maringá). Eles pedem a punição de Pedro Antonio Frasson Filho, que estava embriagado no momento da colisão. 

No acidente, a Ranger Rover de Pedro Antonio Frasson Filho bateu contra o GM Celta em que estava Caprioti, na BR-376, em Sarandi. O impacto foi tão forte que o jovem foi lançado para fora do carro e morreu na hora. Já o outro condutor foi levado ao hospital e passou pelo teste do bafômetro, que comprovou a embriaguez ao volante.

Os manifestantes usaram camisetas com os dizeres “Dirigir alcoolizado é crime, não acidente”. Eles pedem a punição do motorista da Range Rover, que teve inclusive a fiança aumentada durante a semana por ordem da juíza Ketbi Astir José. O valor passou de R$ 3 mil parar$ 17,6 mil e o rapaz responde em liberdade.

A família de Rafael Caprioti afirma que faz o protesto para que outras pessoas não sintam a dor que ela sente hoje, em virtude da morte um ente querido no trânsito. Os manifestantes caminharam do ponto onde aconteceu a colisão até a frente da delegacia.