27°
Máx
13°
Min

Rebelião na Casa de Custódia de Maringá termina com cinco agentes e seis presos feridos em Paiçandu

Uma rebelião terminou em um confronto violento na Casa de Custódia de Maringá, localizada em Paiçandu, na noite de terça-feira (5). Pelo menos cinco agentes penitenciários e seis detentos ficaram feridos, alguns inclusive com lesões graves. Diversas equipes do Siate e Samu compareceram ao local para prestar socorro.

Os detentos teriam simulado a necessidade de um atendimento médico e rendido um agente com barras de ferro e facas. Integrantes da Seção de Operações Especiais, treinada para situações de emergência, entraram no local após as negociações fracassarem.

Diante da notícia da rebelião, familiares dos presos foram até a frente da Casa de Custódia, preocupados. No muro foi colado um cartaz com o nome dos detentos feridos: Alex Lima da Silva, Gabriel dos Santos Feliciano, Alisson Henrique Cezar Assis, Danilo Cleyton de Almeida, Ewerson Rebequi e Rafael da Silva Costa. Eles foram encaminhados ao Hospital Universitário, alguns muito ensanguentados, especialmente na cabeça. 

Rebelião na Casa de Custódia termina com 5 agentes e 6 presos feridos

O Siate ainda socorreu Wesley da Silva Lopes, 32 anos, Marcio Venturoso, 49, Ricardo Cerqueira Dias Junior, 34, Wilson Alves da Costa, 51, e Cândido José Papa, 48, todos com lesões leves e possivelmente agentes. Um deles recusou encaminhamento ao hospital e os demais foram levados ao Santa Rita de Maringá e Metropolitano de Sarandi. 

A direção da unidade deve apresentar os detalhes do motim nesta quarta-feira (6).