23°
Máx
12°
Min

Recorde na demanda afeta atendimento na UPA Afonso Pena

(Foto: Divulgação / Jucimara Aparecida Corrêa) - Recorde de atendimentos afeta UPA Afonso Pena
(Foto: Divulgação / Jucimara Aparecida Corrêa)

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Afonso Pena, em São José dos Pinhais, tem enfrentado um aumento na procura há cerca de uma semana. A argumentação é da Secretaria Municipal de Saúde para explicar a demora no atendimento registrada na unidade no início desta semana. Conforme mostrou o Massa News nesta segunda-feira (4), a espera chegou a oito horas para alguns usuários.

Segundo o órgão, o aumento no número de atendimento diário chegou a 25% a mais do que o esperado nas duas UPAs do município, batendo o recorde da quantidade de atendimentos registrado no ano passado, durante o auge do inverno.

A secretaria esclarece que as UPAs são voltadas para casos de urgência e emergência. No entanto, as unidades continuam sendo procuradas por pacientes em casos eletivos, que poderiam ser realizados em unidade básica de saúde. No entanto, as situações sem urgência e emergência representam cerca de 80% dos atendimentos nas UPAs.

De acordo com a secretaria, a Unidade de Pronto Atendimento segue um protocolo de classificação de risco. Os pacientes passam por uma pré-avaliação e os casos classificados com a cor vermelha são atendidos imediatamente, “passando na frente” dos pacientes considerados de menor risco. O órgão esclarece que as UPAs não recusam atendimento, mas seguem este protocolo que estabelece as prioridades.