27°
Máx
13°
Min

Regional de Londrina chega a 10 mortes por H1N1

(foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília) - Regional de Londrina chega a 10 mortes por H1N1
(foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília)

A Secretaria Estadual de Saúde divulgou nesta quarta-feira (13) um novo boletim com casos de contaminação e morte em decorrência do vírus H1N1. “Os dados mostram que o vírus H1N1 é o que está em maior circulação e em todas as regiões do Estado”, comenta a chefe do Centro estadual de Epidemiologia, Júlia Cordellini.

Na área da 17ª Regional de Saúde, que contempla Londrina e mais 13 municípios, já foram confirmados 59 casos de H1N1 e 10 mortes pelo vírus.

Londrina registra a maioria das ocorrências, com 30 casos e cinco mortes. Os outros óbitos foram registrados em Bela Vista do Paraíso, Cambé, Jataizinho, Lupionópolis e Rolândia.

Campanha

Preocupado com o aumento do número de casos de gripe no Estado durante o inverno, o Governo do Paraná lançou nesta semana a campanha ‘Não espalhe a gripe. Espalhe essas dicas’. A campanha dá orientações à população sobre como evitar a transmissão da gripe e apresenta os sintomas que caracterizam a doença. Os vídeos da campanha serão veiculados nas redes sociais do Governo do Estado (www.facebook.com/governopr) e da Secretaria da Saúde (www.facebook.com/saudepr) a partir desta semana. Empresas e outras instituições que tiverem interesse em participar da campanha podem solicitar o material para Secretaria estadual da Saúde.

"A campanha é mais uma estratégia de informação e conscientização dos paranaenses sobre a importância de prevenir que a gripe se espalhe. A manutenção de hábitos simples, como lavar bem as mãos frequentemente, faz uma grande diferença", orienta Júlia Cordellini.

Além da lavar as mãos, a campanha também orienta as pessoas a evitarem o contato com quem estiver com a doença, cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou lenço descartável ao tossir ou espirrar, beber muito líquido e manter uma alimentação saudável.

 Para reconhecer o quadro da doença, o material informativo também destaca os principais sintomas da gripe como garganta inflamada, febre, tosse, dores no corpo, cansaço e calafrios. "Também é importante destacar que na presença desses sintomas é recomendável procurar um serviço de saúde", diz a chefe do Centro estadual de Epidemiologia.

(com Agência Estadual de Notícias)