24°
Máx
17°
Min

Reitor da UEPG pede reconhecimento do HU como Hospital de Ensino

Parecer favorável à certificação foi emitido em fevereiro de 2015 (Foto: Divulgação) - Reitor da UEPG pede reconhecimento do HU como Hospital de Ensino
Parecer favorável à certificação foi emitido em fevereiro de 2015 (Foto: Divulgação)

Em audiência com o ministro da Educação, Mendonça Filho, nesta semana em Brasília, o reitor Carlos Luciano Sant’Ana Vargas, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), tratou da publicação da portaria de certificação do Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HU) como Hospital de Ensino. Em fevereiro de 2015, a certificação recebeu parecer favorável da comissão conjunta dos ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS), após avaliação realizada em outubro de 2014. Na visita, o reitor esteve acompanhado do deputado federal Sandro Alex e do presidente da Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp), reitor Aldo Nelson Bona, da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro).

Segundo o reitor, para que o HU-UEPG passe a usufruir da condição de Hospital de Ensino resta apenas a publicação em Diário Oficial de uma portaria conjunta dos dois ministérios. O documento já foi assinado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, restando agora somente a chancela do ministro da Educação, seguindo então para a publicação. “O ministro foi bastante receptivo à nossa reivindicação, entendendo a importância da elevação do nosso HU à categoria de Hospital de Ensino, passando a fazer parte de uma rede de hospitais que é fundamental para o desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e para a formação e capacitação de profissionais na área da saúde”.

Luciano Vargas acrescenta que a certificação é importante para a consolidação do processo de verticalização do ensino no HU-UEPG em diversas áreas do conhecimento. “Haverá mais facilidades na autorização de novos programas de residência médica e multiprofissional”. Comenta ainda que o reconhecimento também vai alavancar projetos de pesquisa e de extensão, além de possibilitar a participação em editais específicos para os estabelecimentos dessa categoria. “Isso vai consolidar o HU como um centro difusor de formação e conhecimento e possibilitar, principalmente, mais qualidade na prestação de serviços à sociedade”.

No diálogo como o ministro, o reitor ressalta o apoio do deputado Sandro Alex que, mais uma vez, se soma a demandas da UEPG em Brasília. “Além da apresentação de emendas orçamentárias para investimentos em obras e equipamentos, o deputado trabalha politicamente para a liberação efetiva desses recursos”. Sandro Alex mostrou ao ministro a importância que o HU-UEPG tem, hoje, no atendimento à população dos Campos Gerais, por ser um hospital moderno, com equipamentos de última geração, profissionais qualificados e crescimento planejado. “Isso impacta diretamente na qualidade do atendimento proporcionado pelo SUS à população dos Campo Gerais”, afirma o parlamentar.

O diretor do HU, Everson Augusto Krum, enumera vantagens da certificação como Hospital de Ensino. Entre elas, a participação da Rede Universitária de Telemedicina – RUTE, que visa o aprimoramento de projetos de telemedicina e o incentivo a iniciativas interinstitucionais na área. Haverá ainda um incremento nos valores pagos nos procedimentos de média complexidade, além do valor pago pelo SUS. Ele lembra que o HU foi muito bem avaliado pela comissão de certificação, pela sua infraestrutura, tanto para o atendimento aos serviços de saúde como para as atividades do ensino. “Tiveram grande peso a qualificação do corpo docente e o número de projetos de pesquisa e extensão realizados pelo hospital”.

Colaboração Assessoria de Imprensa.