22°
Máx
14°
Min

Renda familiar será critério de desempate no vestibular da Universidade Estadual de Maringá (UEM)

O vestibular começa no próximo domingo (Foto: Agência Estadual de Notícias) - Renda familiar será critério de desempate no vestibular da UEM
O vestibular começa no próximo domingo (Foto: Agência Estadual de Notícias)

A renda familiar será usada como critério de desempate para o Vestibular de Inverno 2016 da Universidade Estadual de Maringá (UEM). As provas serão aplicadas entre o próximo domingo (17) e a terça-feira (19).

Segundo a Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU), se dois candidatos ao mesmo curso, turno e campus fizerem a mesma pontuação, a vaga será destinada para o que tiver renda familiar inferior a dez salários mínimos.

Caso o critério seja preenchido por ambos os vestibulandos, receberá prioridade o de menor renda. Todo candidato declarou a renda ao fazer a inscrição e deverá comprovar o dado no ato da matrícula. No caso de informação falsa, perderá a vaga

Ao tomar esta decisão, a presidente da CVU, Maria Raquel Marçal Natali, levou em consideração a lei federal nº 13.184/2015, que incluiu um parágrafo no artigo 44 da lei nº 9.394/1996, tratando sobre casos de desempate em processos seletivos nas instituições de ensino superior públicas.

A UEM também anunciou outra mudança. Agora, os candidatos só poderão preencher o cartão de respostas com caneta azul, e não mais preta. 

Colaboração Universidade Estadual de Maringá