22°
Máx
14°
Min

Residencial inacabado com 1,2 mil imóveis do 'Minha Casa, Minha Vida' é invadido em Londrina

Casas e apartamentos inacabados do residencial Flores do Campo, na zona norte de Londrina, foram invadidos por cerca de mil famílias na noite da última sexta-feir (30).

Os 1.218 imóveis, que fazem do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal, receberam investimento de R$ 78 milhões, mas as obras pararam em julho de 2015 já que os funcionários não estariam recebendo salários da construtora Fórmula. A previsão de entrega da obra era para janeiro do ano passado.

Os invasores improvisaram ligações de energia elétrica e água nas casas e apartamentos. Uma portaria foi montada na entrada do local para controlar a entrada dos moradores. Durante esta terça-feira (4), vários carros foram vistos entrando e saindo do residencial carregando móveis, colchões, entre outros objetos.

A Caixa informou que entrou na justiça com pedido de reintegração de posse para reaver a área invadida. Segundo a assessoria de imprensa, o objetivo é garantir o direito das famílias selecionadas pelo poder público, de acordo com as regras do Programa Minha Casa Minha Vida.

A Cohab ainda não se posicionou oficialmente sobre o caso.