23°
Máx
12°
Min

Reunião define detalhes da ‘Hora H’ em Cascavel

Cidade será dividida em 14 regiões para distribuir trabalhos e frotas (Foto: Divulgação / Prefeitura de Cascavel) - Reunião define detalhes da ‘Hora H’ em Cascavel
Cidade será dividida em 14 regiões para distribuir trabalhos e frotas (Foto: Divulgação / Prefeitura de Cascavel)

Uma reunião no gabinete do prefeito nesta manhã (5) fez o checklist com todos os envolvidos no mutirão contra o Aedes aegypti que será realizado no dia 15 de fevereiro em Cascavel.

É a Hora H, uma verdadeira guerra contra o mosquito transmissor da dengue, do Zika Vírus e da Febre Chikungunya, que envolve toda a estrutura da Prefeitura e parceiros como o Exército, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, OAB, Unimed e 35 órgãos ligados ao Estado. Todo cidadão está convocado a participar.

“Estamos nos organizando, nos mobilizando, queremos deixar a cidade limpa. É uma caça ao mosquito, a todos os locais que possam virar criadouro. Mas não adianta o poder público, os militares e os voluntários trabalharem se a população não ajudar”, destacou Edgar Bueno.

No dia 15, a expectativa é de reunir cerca de 3 mil pessoas trabalhando no recolhimento de resíduos sólidos em toda a cidade. Serão pelo menos mil soldados do Exército, além de agentes de Endemias, estudantes, voluntários e servidores de todas as secretarias do Município.

A concentração para o Hora H será a partir das 7h30, para que as atividades iniciem às 8 horas nos bairros. Ainda será definido se o ponto de partida será a Catedral Nossa Senhora Aparecida ou a Prefeitura.

Todo o efetivo, estrutura de frota e estratégias de ação serão detalhadas no dia 10 de fevereiro, em reunião agendada para as 15 horas no Teatro Municipal de Cascavel, com todos os envolvidos no mutirão.

Organização

Para distribuição dos trabalhadores e frota, a cidade será dividida em 14 regiões.

A estrutura de comando e o controle serão centralizados pelo Exército, que disponibilizará o material de comunicação próprio para este tipo de mobilizações.

A Secretaria de Saúde está elaborando o material educativo e a Secretaria de Educação fará uma preparação já com os alunos na volta às aulas na próxima semana.

Na sexta-feira (12) serão distribuídos cerca de 34 mil sacos de lixo nas escolas e Cmeis para que os pais e alunos já façam o recolhimento do lixo no fim de semana e deixem em frente às residências na segunda-feira (15), para que os caminhões passem recolhendo os materiais.

Foco e destinação

O prefeito lembrou na reunião que o foco do recolhimento de resíduos está nas residências e na fiscalização e autuação em terrenos baldios.

Não serão recolhidos materiais de construção ou similares em construtoras ou comércios. O material será destinado ao aterro sanitário, com exceção de materiais específicos, como pneus e volumosos, que têm destinação correta para o Ecolixo.

Colaboração: Assessoria de Imprensa.