22°
Máx
17°
Min

Saúde descarta morte por H1N1 no cadeião

Foto: Massa News - Saúde descarta morte por H1N1 no cadeião
Foto: Massa News

O preso de 37 anos de idade morreu no dia 17 de abril por problemas respiratórios. A princípio a suspeita era de que Fernando José Dupski teria sido vítima de H1N1.

Amostras de sangue do preso foram coletadas e enviadas ao Laboratório Central do Estado. O resultado divulgado hoje (1º), 43 dias depois, mostra que o preso não teve H1N1.

Segundo a secretária de saúde de Cascavel o homem foi vítima de outro tipo de vírus. 

O número de casos de H1N1 em Cascavel já chega a 28. Metade foi registrado na Cadeia Pública e na Penitenciária Estadual.

No geral a vacinação atingiu a meta de 81,5 %, mas o problema é que alguns grupos prioritários precisam ser vacinados.

Colaboração: Cristiane Guimarães / Rede Massa