22°
Máx
14°
Min

Sebraetec subsidia projetos inovadores em Ponta Grossa

Os empresários de micro e pequenas empresas de Ponta Grossa que faturam até R$ 3,6 milhões por ano e microempreendedores individuais podem recorrer ao Sebraetec – Serviços em Inovação e Tecnologia, para execução de projetos voltados à inovação. O Sebraetec é uma iniciativa do Sebrae Nacional e oferece subsídio financeiro de até 50% do valor.

O objetivo do Programa é trabalhar para a melhoria de processos e produtos já existentes, assim como a introdução de inovações e tecnologias nas empresas. Com essa proposta, o Sebraetec busca fortalecer a capacidade competitiva dos pequenos negócios paranaenses, estimulando a transferência de tecnologia entre instituições e empresas, para que elas possam superar limitações e barreiras tecnológicas.

Conforme a consultora do Sebrae/PR, Aline Daiane Monteiro, podem ser subsidiadas propostas referentes ao desenvolvimento de projetos de layout interno e fachadas; registro de marcas e patente; adequações para recebimentos de certificações das empresas; desenvolvimento do comércio eletrônico da empresa, chamado de e-commerce; papelaria e design gráfico, entre outros.

Para participar é necessário que o empresário vá até o escritório regional do Sebrae/PR em Ponta Grossa, na Rua Doutor Lauro Cunha Fortes, 450, em Uvaranas. É necessário apresentar o CPF e o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). Não é necessário agendar horário. Durante o atendimento, é indicado explicar a situação da empresa e indicar em que ponto há a necessidade de inovar.

“O valor da proposta será orçado e até 50% do montante pode ser subsidiado pelo Sebrae/PR. É uma forma de estimular a inovação principalmente diante da atual conjuntura econômica do País”, diz a consultora do Sebrae/PR. Segundo Aline, em 2015, mais de 200 empresários de Ponta Grossa e região foram atendidos pelo Sebraetec, sendo R$ 2,5 milhões investidos nas propostas apresentadas na regional.

Uma das propostas apresentadas foi a do empresário Fabiano Mesquita, proprietário da Dental Odontomais Equipamentos Odontológicos. “Com o apoio do Sebrae/PR foi feito um levantamento dos pontos mais carentes de mudança no meu negócio. A partir disso fizemos algumas mudanças relacionadas às finanças da empresa e no layout da loja”, conta o empresário que considera o Sebraetec ainda mais fundamental diante do momento econômico do País.

Colaboração Assessoria de Imprensa.