28°
Máx
17°
Min

Sem salários, funcionários do transporte coletivo de Cornélio Procópio param nesta terça

(Foto: Divulgação) - Sem salários, funcionários do transporte coletivo de Cornélio Procópio param nesta terça
(Foto: Divulgação)


 Funcionários do transporte coletivo de Cornélio Procópio prometem cruzar os braços nesta terça-feira (19) em protesto pelo atraso dos salários relativos ao mês de março.

 A Viação Procopense enviou um ofício à prefeitura comunicando que passa por dificuldades econômicas, o que impediu o pagamento dos salários. Segundo a prefeitura, a tarifa subiu de R$ 3 para R$ 3,50, não sendo possível chegar aos R$ 4,50 pedidos pela empresa, que ainda solicitou antecipação da compra do vale-transporte pela prefeitura.

"Esta administração sempre esteve aberta a diálogos e atendimento para buscar medidas necessárias ao atendimento da população, contudo não pode ultrapassar os limites legais na execução de seus atos", justificou o município em nota assinada pelo prefeito Fred Alves.

O município ainda ameaça rescindir o contrato de concessão caso a empresa não regularize o pagamento de funcionários e garanta a continuidade do serviço público. “Não há qualquer motivo que justifique o atraso em seus pagamentos, sendo que é obrigação desta empresa honrar os pagamentos em dia de seus funcionários e demais credores".

Uma negociação marcada para esta tarde entre prefeitura e membros da Viação Procopense ainda tenta acordo para evitar a paralisação.