22°
Máx
16°
Min

Sem-terra envolvido em confronto recebe alta e é levado para a cadeia

Foto: André Garcia - Sem-terra envolvido em confronto recebe alta e é levado para a cadeia
Foto: André Garcia

Um dos integrantes do MST envolvido em um confronto na semana passada com a Polícia Militar, recebeu alta do hospital e foi direto para a cadeia.

A informação foi confirmada pela delegacia de Cascavel e pelo advogado do movimento que tenta encontrar uma forma de reverter a prisão preventiva.

A alta hospitalar foi na tarde de ontem (11), em Cascavel. Logo após deixar o hospital, Henrique Gustavo Souza Pratti, foi encaminhado pela polícia à carceragem da cidade.

Ele permanecia com escolta policial na unidade hospitalar, já que havia a prisão em flagrante por conta do ocorrido, no entanto a delegada que apura o caso pediu à justiça a conversão do flagrante para prisão preventiva.

O mesmo ocorreu com o outro integrante do movimento que ainda está internado. O advogado do movimento já sabe que contra ele há um pedido de prisão preventiva e que ao deixar o hospital, caso não consiga reverter a situação, o sem-terra também será levado à carceragem de Cascavel.

A defesa contesta a atitude e afirma que fará o possível para reverter a situação.

“A questão de as duas vítimas estarem presas é exatamente a razão pela qual denunciamos a imparcialidade na investigação, conduzida desde o primo momento no sentido de legitimar a versão de legítima defesa da PM. Entendemos que a investigação tem que partir dos homicídios e a partir daí apurar eventual responsabilidade”, disse o advogado Claudemir Torrente.

Colaboração: Cristiane Guimarães e André Garcia / Rede Massa