21°
Máx
17°
Min

Sepultado corpo de padre que morreu em acidente, em missão no estado de Rondônia

Sepultado corpo de padre que morreu em acidente, em missão no estado de Rondônia

Foi sepultado na manhã deste domingo (15), no Cemitério Rainha da Paz em Maringá, o corpo do padre Claudenir Bernardino de Matos, que estava em missão no estado de Rondônia e morreu em um acidente de carro. No sábado (14), uma missa reuniu dezenas de pessoas na paróquia Santa Cura d’Ars, onde o sacerdote havia sido ordenado, localizada em Paiçandu, cidade onde mora sua família.

Claudenir Bernadino de Matos estava em Rondônia no município de Costa Marques, dentro do projeto Igrejas Irmãs da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O bispo da diocese de Guajará-Mirim, Dom Benedito Araújo, veio até Maringá para participar da missa de corpo presente e fez a homilia.

Visivelmente emocionado, ele destacou a alegria e disponibilidade do sacerdote em servir à diocese, empolgando e motivando os fiéis. Ele contou que o padre foi enviado para Costa Marques após a morte de um sacerdote vítima de câncer, fazendo jus ao seu lema “Ide pelo mundo inteiro e anunciar o evangelho a toda criatura” (Mc 16,15).

O bispo de Guajará-Mirim declarou seus sentimentos à família do padre falecido e levou a mensagem de agradecimento da comunidade de Rondônia. Também contou que o acidente que tirou a vida de Matos aconteceu quando ele retornava da maior festa popular da região, a do Divino Espírito Santo. O carro tombou em uma ponte e caiu em um rio, com as rodas para cima. 

Araújo destacou que as pontes da região são perigosas e só ganham a manutenção necessária em tempos de eleição, quando os políticos querem impressionar os eleitores. A missa foi celebrada pelo arcebispo de Maringá, Dom Anuar Battisti, que também participou do sepultamento na manhã deste domingo.