20°
Máx
14°
Min

Serviço de verificação de óbitos tenta identificar corpos

Foto: Prefeitura Foz do Iguaçu - Serviço de verificação de óbitos tenta identificar corpos
Foto: Prefeitura Foz do Iguaçu

O Serviço de Verificação de Óbito (SVO) da Secretaria Municipal da Saúde (SMSA) busca a identificação de três corpos que estão na câmara de resfriamento do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu (HMFI).

Dois deles aguardam o reconhecimento de parentes desde o ano passado; o outro há quinze dias. Os três pacientes morreram de causas naturais, todos devido a choque séptico pulmonar e broncopneumonia.

O único paciente identificado por meio de documentos é João Soares da Silva, de 73 anos, natural de Humaitá (RS), e morador da Rua Urano, no Jardim Três Fronteiras, em Foz.

Ele faleceu no dia 11 de novembro de 2015, mas até agora nenhum parente procurou o HMFI para a liberação e sepultamento.

Outro corpo que aguarda identificação desde o ano passado é de um homem que se chamaria Pedro dos Santos, e que faleceu no dia 18 de dezembro de 2015 com aproximadamente 63 anos.

Ele seria proveniente do Lar dos Idosos, cuja casa também não conseguiu contato com familiares e nem a identificação oficial do mesmo por falta de documentos.

O terceiro cadáver, também sem comprovação da identificação, seria de Alberto Mercado. O corpo está no SVO desde o dia 14 de março desse ano, e seria de um morador de rua com idade aproximada de 46 anos.

Quem tiver parentes desaparecidos cujas características sejam semelhantes às descritas, pode procurar o SVO no Hospital Municipal, para fins de reconhecimento e liberação dos corpos.

Caso os cadáveres não sejam reclamados por parentes, os corpos serão doados para fins de ensino e pesquisa, conforme prevê a lei 8.501 de 1992.

Colaboração: Assessoria de imprensa